fbpx

ChoppUP lança delivery de chope

Startup brasileira utiliza tecnologia IoT para evitar o desperdício e reduzir resíduos

Já imaginou pedir choppe em um delivery? E esse local enchesse um growler de cabeça para baixo, evitando desperdício e a geração de resíduos? Pois a startup brasileira ChoppUP pensou neste caso.

Utilizando a Internet das Coisas (IoT), a empresa desenvolve equipamentos de alta eficiência para dispensamento de líquidos, além de ter inovado com a cultura de delivery de chopes.

“Os growlers são tendência no exterior, e a moda está começando a pegar no Brasil. É uma forma sustentável de consumo, pois reduz a geração de resíduo de garrafas de vidro e latinhas, permitindo apreciar em casa um chope muito mais fresco. Porém, o crescimento desta tendência ainda é limitado no país, pois para encher essas garrafas é necessário que o ponto de venda tenha um equipamento específico com um sistema de contrapressão”, afirma Bruno Salman, CFO da ChoppUP.

Como funciona

Quando a garrafa ou a lata é enchida diretamente da torneira, ela pode sofrer com a oxidação da bebida, alterando o sabor do choppe. Ou quando a pressão retira o oxigênio da garrafa e o transforma em CO², ocorrendo o processo de contrapressão.

Segundo o executivo, com a chopeira da ChoppUP, o envase do growler acontece de cabeça para baixo por meio de uma válvula de contrapressão que vai no gargalo da garrafa.

“É um equipamento 2 em 1, que enche copos e envasa growlers. Quando instalada, os estabelecimentos passam a trabalhar com um nível de aproveitamento, eficiência e controle sem precedentes – impossível de atingir com equipamentos convencionais. O valor que eles pagam para nós é uma fração desta conta economizada”, conta Gil Neto, CCO e Co-founder da ChoppUP.

A novidade já conquistou alguns adeptos, que têm demonstrado satisfação no serviço. “O delivery de chope ainda é algo muito, mas temos percebido grande interesse dos consumidores. Tivemos o caso de uma cliente que pediu, além das pizzas, o envio de oito growlers porque realizava uma festa. (…) Sentimos o resultado da economia logo no primeiro barril. Sem contar que nossa equipe não teve problemas para aprender a manusear a solução”, afirma Wilson Capellini Netto, da pizzaria Soggiorno.

O manuseio da chopeira acontece via computador e aplicativo, para que o comerciante possa controlar o volume e colarinho, faça a leitura remota em tempo real do serviço e a quantidade de chopes vendidos. E, por fim, ele é integrável à sistemas de pagamento e de gestão dos PDVs.

ChoppUP
Site:
ChoppUP
Facebook: ChoppUp
Instagram: @chopp_up

Foto destaque: reprodução
Fonte: assessoria

Deixe o seu comentário

%d blogueiros gostam disto: