in , , , ,

Existe vida na confeitaria sem leite condensado?

Bonjour,

De antemão já vamos avisando que não somos contra ao leite condensado e nem fazemos campanha de “Por favor! Não utilize em suas receitas”… afinal o leite condensado tem um papel fundamental e muito importante na história Americana, salvou soldados da desnutrição, isso mesmo! Por ser um alimento com longa durabilidade, prático e de fácil consumação (uma descoberta de Gail Borden  em 1853 misturando leite e açúcar, esse que ajudaria na conservação), durante a Grande Guerra ajudou a suprir a falta de produção de leite e açúcar

Em 1890 chega ao Brasil, a princípio para mamães e bebês que não conseguiam amamentar, era utilizado nas mamadeiras (crianças sortudas essas, não?!) , mas depois difundiu – se principalmente em 1945, onde o candidato  a presidência Brigadeiro Eduardo Gomes, distribui em sua campanha o docinho tão famoso que participa de quase todas as festividades infantil, de adulto, casamento, o brigadeiro. A partir daí o leite condensado foi difundido e começou a participar de diversas sobremesas, inclusive uma marca disponibilizava as receitas em suas latas. Aposto, que sua mãe, tia, avó, alguém já sacou da gaveta uma pastinha com as receitas que continha nessa lata, certo?

Pois bem, dada essa pequena introdução ao leite condensado, hoje mais como um bate papo e algo a se pensar. A confeitaria brasileira é  conhecida como uma confeitaria cheia de doçura, daquela que até dá uma secura na boca, mela tudo (claro que tem a ver com nossa colonização portuguesa) mas é perceptível que o leite condensado compõe uma boa parte das receitas de sobremesa.

Quando morávamos fora, na França, percebemos que os doces não são tão doces, como estamos habituados, que o uso de leite condensado não é algo extremamente necessário, que sim é possível realizar boas sobremesas, dosando o açúcar, enfim outros ingredientes que possam realçar o sabor e não mascarar totalmente dependendo da sobremesa ….e fomos aprendendo a apreciar a confeitaria e enxergá – la de outra forma. Nossa vivência com leite condensando na cozinha que trabalhávamos era apenas de pegar a lata e transformá – la em “doce de leite”, para utilizar em alguma preparação, mas dificilmente utilizar o leite condensado nas receitas.

A confeitaria é uma área da Gastronomia muito rica, detalhista, tão importante quanto à cozinha quente, acabar uma refeição com uma sobremesa delicada, de qualidade e sofisticada ou com gostinho de homemade é sublime e certamente fará você lembrar dos bons momentos vividos em torno da mesa.

O delicioso de uma sobremesa é brincar com os sabores entre cítrico, doce, às vezes amargo, e porque não utilizar menos leite condensado e fazer sobremesas que tenha o gosto realmente do que ele tem, sem máscaras.

Claro, que existem sobremesas que são praticamente casadas com o leite condensado, mas será que precisamos utilizar em quase todas as sobremesas?

Agora, diz para nós, que sobremesa você faz que não utiliza o leite condensado? Esperamos ansiosos pelos seus comentários 😀

Escrito por Fantastica Patisserie

Chefs Aline e Fernando, parceiros na vida e no business, apaixonados pelas doces e saborosas aventuras na Confeitaria e na Gastronomia.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comments

0 comments