fbpx

Conheça o Leitíssimo

Um leite produzido por vacas felizes, com amor em todos os processos, respeitando os animais e o meio ambiente.

Hoje o cafezinho é com leite! 

O Leitíssimo é um dos leites mais saborosos que já provei, com aquele sabor afetivo de leite da fazenda e rico em nutrientes.

Logo que comecei a questionar a qualidade do café, também passei a observar as diferenças que existem entre as marcas de leite no supermercado.

No curso de barista me deparei com o Leitíssimo e fiquei encantada com a cultura de produção de leite dessa marca.

Por esses dias, Sally, responsável pelo setor de mídias e relacionamentos e eu, conversamos bastante sobre o tratamento cuidadoso que as vacas recebem e sobre a cadeia produtiva, que começa com o respeito aos animais e ao meio ambiente, até chegar na xícara.

Segundo o Sally, o Leitíssimo nasceu da convicção de que é possível produzir leite respeitando e buscando equilíbrio com a natureza e com isso, extrair o melhor que ela pode nos proporcionar. 

A fazenda fica na área rural da cidade de Jaborandi, na Bahia (município de grande área territorial).

Diferente de outras culturas, essas vaquinhas são privilegiadas, pastam o dia todo felizes, livres de confinamento, sem aplicação de bovino somatrotopina (rBST), um hormônio bastante usado no Brasil (proibido em muitos países) para induzí-las a produzirem mais leite, o que causa impacto negativo na saúde e no bem estar do animal. Além disso o leite é produzido livre de carrapaticidas, antibióticos, brucelose e tuberculose.

A pastagem recebe adubação a base de fertilizante mineral.

Além da genética do gado ser favorável, conhecida por Kiwicross e Jersey, com mais gordura e proteína que outras raças, o fato do rebanho receber todo esse carinho e cuidado, viver e se alimentar no pasto, resulta num leite muito mais cremoso, saboroso,  saudável, com mais vitamina A, proteínas e rico em nutrientes, em relação a qualquer outro leite UHT do Brasil.

E para garantir ainda mais a qualidade do leite, o Leitíssimo é engarrafado logo depois da ordenha na própria Fazenda Leitíssimo, sem retirar a gordura ou qualquer outro nutriente.

O leite não é pasteurizado, ele é UHT (Ultra Heat Treatment), que leva o produto até 141 graus durante 4 segundos. Nesta temperatura, o leite é esterilizado e 100% de qualquer bactéria é eliminada.

Por isso, ele não estraga na prateleira, mesmo sem refrigeração. Todos os leites UHT seguem mais ou menos este processo. O segredo do Leitíssimo é que fazem o tratamento térmico de uma forma suave, que preserva melhor os sabores naturais do leite. A utilização de “processo mais suave” só é possível porque trabalhamos exclusivamente com nosso leite, de altíssima qualidade.  

O desafio da pasteurização no Brasil é a cadeia logística, pois nem sempre as transportadoras e os varejistas conseguem manter uma temperatura adequada. Por essa razão decidiram optar rebanho fechado (usando apenas o leite deles) e por o processo UHT, onde 99,9% da qualidade do produto não depende de outras partes da cadeia logística. Além disso, tem a vantagem do leite ter uma vida útil de prateleira, que permite uma distribuição mais ampla no Brasil!

Ficou curioso(a) para provar esse leite? Vou deixar o site e o Instagram do Leitíssimo, para mais informações:

Site: www.leitissimo.com.br 

Instagram: @leitissimo 

Até o próximo cafezinho!

Simone de Paula

Deixe o seu comentário

%d blogueiros gostam disto: