in ,

Porco Montau é destaque no Viva Bem Orgânicos

Animal é criado de forma 100% natural em apenas uma fazenda do Brasil

Inaugurado recentemente, o Viva Bem, espaço mais completo de São Paulo que contempla restaurante, empório e bar com produtos 100% orgânicos, tem em seu cardápio um prato exclusivo: o Guizado da Roça de Porco Montau. A carne exótica é proveniente de uma mistura de raças de porcos criados livremente em uma única fazenda localizada em Mococa, São Paulo.

O prato, desenvolvido pelo chef Kauê Lentini, é cozido durante seis horas com damasco, grão de bico, raiz de cúrcuma e canela. Como acompanhamento, leva arroz selvagem e chips de batata doce laranja.

Diferentemente dos outros suínos, em que se utiliza antibióticos promotores de crescimento e hormônios adicionados à ração, o porco Montau é criado de forma 100% natural. Os animais se alimentam apenas do que é oferecido pela natureza, em sua maioria de tubérculos e frutas que ele encontra no local, ou seja, são totalmente livres de agrotóxicos.

“O resultado dessa criação natural é uma carne mais avermelhada, macia, com baixo teor de gordura e sabor intenso, podendo ser considerada como um alimento saudável”, explica Evaldo Battaini, gerente comercial da Cerrado Carnes, fornecedora do Viva Bem Orgânicos.

Essa carne é comercializada para apenas 14 restaurantes de São Paulo e Rio de Janeiro, incluindo os famosos Arturito, da Paolla Carosella e Jamie’s Italian, do Jamie Oliver.

Viva Bem Orgânicos
Endereço: 
R. Piauí, 700 – Santo Antônio, São Caetano do Sul 
Site: 
organicosvivabem.com.br
Facebook: organicosvivabem
Instagram: @organicosvivabem

Foto destaque: divulgação

Escrito por Alex Minho

Um designer gráfico autônomo que é apaixonado por gastronomia e começou essa aventura através das hamburguerias, sempre visitando novos lugares e experimentando novos sabores. Em todos os lugares, estamos passando por uma experiência visual junto com a gastronômica.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comments

0 comments