in ,

Rabanada ganha festival em São Paulo

O evento inédito desta gostosura acontece na Vila Mariana, com entrada gratuita

Qual o primeiro doce que vem à mente quando se pensa nas delícias de Natal? Pesquisa informal aponta: rabanada! Junto com o panetone, essa maravilha, amada por muitos, é um grande destaque da gastronomia natalina. Para festejar sua chegada e dar boas-vindas ao período mais aguardado do ano, o Espaço

Conhecida também como fatia dourada ou fatia parida, a rabanada é um doce natalino histórico e fácil de preparar. Uma das explicações para o seu surgimento foi a necessidade do reaproveitamento do pão amanhecido, pois esse alimento representava o corpo de Cristo para os católicos. Sua origem remete a Portugal, mas em todo o mundo é possível encontrar variações da rabanada, como o “Eggy Bread”, na Inglaterra, o “French Toast”, nos Estados Unidos e o “Pain Perdu”, na França. A iguaria chegou ao Brasil pelos portugueses e rapidamente virou paixão nacional.

Paralelamente a este evento haverá o 3º Festival de Panetones e a tradicional Feira Natalina. “O panetone se mantém uma grande paixão, ganhando variedades de sabores e tamanhos, mas mantendo o aroma que é só dele. Os brasileiros foram adaptando esse produto aos mais variados paladares e hoje temos gostosuras que parecem verdadeiras obras de arte”, destaca Elaine Vilela.

Existem várias lendas a respeito do surgimento do delicioso pão dourado. Uma delas é a que aconteceu na cidade de Milão, no século XV, quando um jovem de família rica se apaixonou por uma plebeia, filha de padeiro. O pai da moça não aceitava o namoro e o rapaz, para se aproximar da jovem e mostrar a seu pai que era uma pessoa de bem, disfarçou-se de padeiro e foi trabalhar em sua padaria como auxiliar.

Passados alguns dias, resolveu criar um pão diferente, doce, misturando frutas cristalizadas. A invenção ficou muito saborosa e por sua forma diferenciada foi copiada pela c&uacut e;pula de uma igreja. Com o sucesso, o jovem passou a divulgá-lo como criação do Sr. Toni, o pai da moça, ficando conhecido como Pão do Toni. Com o passar do tempo, tornou-se mundialmente conhecido, mas os novos sabores são praticamente exclusivos dos brasileiros.

Cardápio irresistível

Só tem delícias no cardápio: rabanadas tradicionais e recheadas com doce de leite e creme de avelã, panetones recheados e decorados, panetones cobertos com chocolate brigadeiro decorado, panetones no pote, chocotones trufados, bolos de cenoura, cuca cremosa, tiramissu, brigadeiros, cupcakes, pão de mel no pote, bem casado no pote, suspicookies, bolos confeitados, tortas doces, biscoitos e doces, cakepop, brownie, alfajor, bolachas decoradas, balas de coco, biscoitinhos, chocolates artesanais; pirulito de chocolate decorado; bolo de rolo, merengue, figos recheados, cookies, raspadinhas, cannolis, churros. Além dos doces, panetones salgados, variados tipos de coxinha, burcoxinha, hambúrguer, crepes, porções e lanche de fraldinha, pães, patês, tortas, queijos, salames e embutidos e mango chutney, entre outras opções. Cachaças e vários rótulos de cervejas artesanais também fazem parte do cardápio exclusivo para este festival.

1° Festival de Rabanadas, 3º Festival de Panetones e Festival de Doces Natalinos & Feira de Natal
Link: https://www.facebook.com/events/2204503733155015/
Data:16 de Dezembro (domingo)
Horário: 12h às 20h
Local:
 Rua Joaquim Távora, 605, Vila Mariana – próximo ao metrô Ana Rosa. Local amplo, seguro e coberto.

Foto destaque: reprodução
Fonte: divulgação

Escrito por Alex Minho

Um designer gráfico autônomo que é apaixonado por gastronomia e começou essa aventura através das hamburguerias, sempre visitando novos lugares e experimentando novos sabores. Em todos os lugares, estamos passando por uma experiência visual junto com a gastronômica.

Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comments

0 comments