in ,

Sabores da Literatura no Rio de Janeiro

Parceria do Sebrae Rio e Sesc RJ levam o festival gastronômico para restaurantes cariocas até o dia 30 de novembro

O Sebrae Rio e o Sesc RJ levam para os principais restaurantes do Rio de Janeiro o festival gastronômico Sabores da Literatura.

Até o dia 30 de novembro, os participantes podem conhecer pratos, drinques e petiscos batizados com nomes de mestres da literatura e de clássicos da leitura mundial.

São 51 sugestões em casas de Copacabana, Rio Antigo, Santa Teresa e Tijuca, além de uma casa no Leblon. O evento acompanha a exposição “A Biblioteca à Noite”, do Sesc Copacabana.

“É importante ressaltar a sinergia entre o Sebrae Rio e o Sesc ao trazer eventos inovadores para a cidade, associando outras experiências sensoriais à gastronomia, fortalecendo a economia do Rio de Janeiro. Foi muito gratificante contar com a parceria dos polos gastronômicos, que prontamente aderiram ao projeto associado à exposição A Biblioteca à Noite.”, explica Mariangela Rossetto, coordenadora de Comércio e Serviços do Sebrae RIO.

Conheça abaixo as sugestões de casas e pratos:

– Vikings: Valhalla (bacalhau norueguês em lascas, montado em camadas com molho branco secreto do chef e batata palha, gratinado com queijo parmesão fresco. Guarnecido de arroz com brócolis).
T Maki Club: Coração de Dragão (Gohan e cream cheese envolvidos por uma lâmina de salmão coberto com camarão e geleia de pimenta especial da casa).
Espeto Lounge: Porquinho Rabicó (sanduíche de almôndegas suínas em pão de parmesão, cebola caramelizada e fatias de queijo cheddar. Acompanha porção de batatas fritas).
O Camarão: Monteiro Lobato (33 unidades de camarões médios à milanesa. Acompanha molho tártaro e molho passion barbecue).
Doninha: Dom Quixote (picadinho de carne à cavalo com arroz e farofa de ovo).
Meu Cantão: Viagens na minha terra (bacalhau assado na brasa com cebola e azeitonas galegas, puxadas no azeite. Acompanha arroz com brócolis e batatas cozidas).
Carioca Deutsh: Nietzsche (filé mignon ao molho de gorgonzola com batata de ervas e farofa de cebola roxa queimada).
Adega do Pimenta: O Irmão Alemão (currywurst com batata rústica canoa).
Mestre Kami: Machado de Assis (salmão ao molho de maracujá feito com iogurte natural, acompanhado do salmão light, feito na casca do nabo).
Botequim Docari: O Cortiço (camarão à paulista).
Espetto Carioca: Food e Drinks Infographics (espeto servido com arroz e fritas).
Carioca da Gema: Combo Grande Sertão Veredas (carne seca desfiada, cebola frita, farofa e aipim frito + drink feito com cachaça especial, laranja e gengibre).
Pow Boteco Espumante: Salmão Rushdie (farfalle com aneto, pimenta rosa, bechamel e lascas de salmão).
Rio Scenarium: Iracema (risoto de camarão).
Santo Scenarium: Macabéa (escalopinho de mignon com redução de açaí e balsâmico, arroz de castanhas e purê de batata doce com lemon pepper).
Mangue Seco: Capitu (espetinhos de carne de sol com queijo coalho ao molho de pimenta biquinho à parte, chips de baroa, purê de abóbora com cabelinho de couve crocante).
Bar Brasil: Paulo Coelho (joelho de porco com salada de batata e chucrute).
Nova Esperança: Truta à moda Camões (trutas grelhadas acompanhas de arroz com brócolis e batatas coradas).
Cantinho do Senado: Picanha à moda Eça de Queiroz (picanha com arroz, fritas, molho e farofa).
Booze: Sanduba The Book Thief (pão australiano, maionese de alho, pastrami artesanal, tomate seco e picles da casa).
Belmonte: Dom Casmurro (filé mignon acebolado cortado em cubos ao molho madeira).
Nova Capela: Tieta do Agreste (cabrito com arroz com brócolis e batatas coradas).
Garrafa: Al Capone (pizza de presunto parma e rúcula).
Antonio’s: Mandela (feijoada – misturas de miúdos de carne suína, carne seca e linguiça).
Victor: Dom Casmurro (feijoada).
Café do Bom Cachaça da boa: Capitu (cachaça envelhecida em umburana, licor de cacau, café e creme de leite).
Bar Luiz: Guilherme Studart (rosbife com salada de batatas).
Bar do Adão: Pastel Carlos Drumond de Andrade (combinação de tutu com pernil desfiado).
Il Piccolo Biergarten: Goethe (Järgerschnitzel: bife suíno à milanesa com molho fresco de champignon e batatas salteadas).
Amir: O Profeta do Khalil Gibran (salada tabule, homus, quibe, esfiha, falafel, arroz com lentilha e kafta ou quibe cru).
La Trattoria: Misto ao Curry do Francisco Azevedo (misto de camarão e frango ao curry com arroz de alho-poró).
La Copa: Gardel – El Día Que Me Quieras (cupim suculento assado ao molho de mostarda e mel).
Biscuit: A Princesinha (torta mousse de chocolate com suspiro de chocolate e castanhas).
Barraca da Chiquita: Gonçalves Dias (costela de tambaqui assado na brasa com purê de banana da terra e arroz de limão).
Arab: Perto do Coração Selvagem (cordeiro com cuscuz).
Amendola: Ferreira Gullar (medalhão de filé sobre cama de aligot e molho de redução de vinho do Porto).
Quick: Galeto Dom Quixote (galeto assado na brasa acompanhado de farofa de ovos e batata frita).
Temperarte: Ferreira Gullar (frango Orly ao molho barbecue, acompanhado de bruschetta de pupunha e de berinjela).
Lf Café: A Dama e o Vagabundo (espaguete ao molho pomodoro com camarões, lula e mexilhão).
Adega do Pimenta: Ziraldo (Kassler com salada de batatas).
Armazém São Thiago: Bolinho Visconde de Sabugosa (bolinho de polenta de milho recheado com costela bovina).
Tyeb Handar: O Doutrinador (mini quibe recheado artesanal receita da vovó, acompanhado do delicioso hommus bi tahine).
Sobrenatural: Jorge Amado (bobó de camarão – creme à base de mandioca com azeite de dendê e camarão. Acompanha arroz e farofa amarela).
Favela Hype: Fernanda Young (ceviche com manga, pimenta e molho cítrico. Ácido e fresco como o mar).
Portella: Lampião (pastel de massa folhada recheada de mortadela temperada, catupiry e pistache).
Alda Doces Portugueses: Vinícius de Moraes (papo de anjo).
Modernistas: Oswald de Andrade (quiche de feijoada).
Maloca: Burguer Maloca a Lygia Bojunga (hambúrguer artesanal, blend de carne da casa, queijo muçarela, queijo gorgonzola, geleia de pimenta, no pão de beterraba com pimenta).
Tribas: Pizza Érico Veríssimo (molho de tomates, muçarela, iscas de filé bovino orgânico, cebola roxa, pimentão, tomate cereja, alho, gengibre e orégano).
Café do Alto: Ariano Suassuna (baião de dois à moda da casa).
Delly Gil: Da Tábua ao Tacho (queijos mineiros com um toque de frutas em compota inspiradas nos doces da poetisa Cora Coralina).

Sebrae RIO
Site: 
Sebrae Rio
Facebook: Sebrae
Instagram: @sebrae

Foto destaque: reprodução
Fonte: assessoria

Escrito por Carla Jaróla

Jornalista, fã de gastronomia, música, cinema e literatura. E beatlemaníaca.

Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comments

0 comments