in ,

Tagme tem sistema próprio de delivery

Empresa do Rio de Janeiro cria seu próprio delivery para restaurantes de todo o país

A Tagme, startup de tecnologias para a área de gastronomia, cria seu próprio delivery como forma de ajudar a economia no momento.

A empresa irá oferecer taxas mais vantajosas e focar na fidelização do público dos restaurantes, além de gerar uma nova base de cliente para cada uma das casas atendidas.

“Diante do quadro do Coronavírus, houve um congelamento neste modelo de negócios, e vimos a necessidade de criar uma solução de delivery próprio para cada restaurante, com maior eficiência, menores taxas e geração de CRM para os estabelecimentos”, conta João Paulo Alves, sócio-diretor da Tagme.

Como funciona

Ao contrário do sistema tradicional, a Tagme cria catálogo de informações sobre cada cliente para as casas cadastradas, para que elas possam criar estratégias e ações de fidelização personalizadas, como campanhas de engajamento.

É uma solução que oferece um repasse mais ágil para os restaurantes e que não precisa de download, além de contar com a facilidade ao ser utilizada.

A ferramenta também pode ser incorporada aos sites, às redes sociais, WhatsApp e ao Google, para facilitar a comunicação e a agilidade nos pedidos e sem que o cliente precise baixar aplicativos, por exemplo.

E para o comerciante, tem a vantagem de contar com a logística própria ou de parceiros indicados pela Tagme, além de o repasse ser realizado em cinco dias.

Hoje, 120 restaurantes de todo o Brasil já utilizam a solução, como Le Vin e Vokos, no Rio de Janeiro; Pobre Juan, Serafina e La Piadina, em São Paulo; além do e Amado, em Salvador.

Tagme
Site: Tagme
Facebook: Tagme
Instagram: @tagmefood

Foto destaque: reprodução
Fonte: Lupa

Escrito por Carla Jaróla

Jornalista, fã de gastronomia, música, cinema e literatura. E beatlemaníaca.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comments

0 comments