in ,

Tahin chega ao Shopping Market Place

Expandindo sua marca, a rede de restaurantes de comida árabe Tahin, abre sua terceira casa

As outras duas funcionam no baixo Pinheiros e no baixo Augusta. O experiente chef e proprietário da marca, Renato Lopes, acredita que esse novo empreendimento será um avanço para a marca. “Estamos muito satisfeitos e otimistas com esse novo passo do Tahin. Temos certeza que nossa marca ficará ainda mais robusta”.  O chef que iniciou sua trajetória no restaurante Mestiço – centro de São Paulo – passou pelo processo criativo de outras casas como Fillipa, Saj, Manish e Cocina, abriu a primeira unidade do Tahin em 2017, com receitas tradicionais da Síria, Jordânia e Líbano. Desde o snoubar que enriquece o Kibe Labaine, por exemplo, ao almíscar que perfuma os Malabies da sobremesa, o cardápio mistura sabores leves, artesanais com ingredientes de primeira linha e preços justos, além de opções de delivery.

As opções de entradas conta com os tradicionais Coalhada Seca, Babaganouch, Homus e Mahamara, todos por R$ 18 cada. Além das versões de Kibe Cru ( R$ 23) e Frito ( R$ 8,50), há também o Kibe Assado (R$ 25), o Vegetariano ( R$ 28) e o Kibe Cru de Salmão ( R$ 41), todos acompanham a Salada Alepo. Na parte das esfihas, é possível escolher entre fechadas (R$ 6) e abertas (R$ 5), as Folhadas (R$ 7) e a Esticadinha, uma versão – como o próprio nome diz – um pouco maior (R$ 8) nos sabores carne, chancliche e zaatar. Entre as cinco opções de beirutes de massa fina e crocante, destacam-se o Manoush Kibe Cru (R$ 26) que leva coalhada seca e salada alepo) e o Manoush Falafel (R$ 22) que vai com homus, falafel e salada alepo.

Já de pratos principais, os destaques vão para o Chacrie (R$ 38), fraldinha cozida na coalhada com especiarias árabes e hortelã; o Chich Barak (R$ 40), capeletti de kafta cozida na coalhada com especiarias e o Fatte (R$ 45), filet mignon refogado com grão de bico, coalhada fresca, torrada e snoubar servido com arroz aletria. Para acompanhar além de quatro opções de saladas, há os tradicionais Arroz Marroquino ( R$ 21), Couscous Marroquino (R$ 18,50), a Batata Tahin (R$ 18,50), que é cozida e frita em cubos com toque de zaatar. Ainda há opções de grelhados como Kafta (R$ 30), Kibe na Brasa (R$ 31), Cordeiro (R$ 62), Pintado (R$ 58), entre outros.

Para completar a refeição, as sobremesas são o Ataif de nata ou de nozes (R$ 8), Malabie de damasco ou de frutas vermelhas (R$ 12) e Doces Árabes diversos, que saem por R$ 8,50 cada. A casa ainda conta com menu executivo (entrada + principal + sobremesa) de segunda a sexta por R$ 43,90, com opções que variam semanalmente.

Já no capítulo das bebidas, o Tahin tem uma boa carta de vinhos que podem ser vendidos em taça, meia garrafa (375 ml) e garrafa inteira, com opções que vão de branco à tinto, passando por rosé e espumante. A marca agora se prepara para vinhos libaneses para incrementar a carta de vinhos. No menu é possível também encontrar sugestões de drinques como o G&T Mediterrâneo (R$ 25) com Gin Beefeater, tônica, manjericão e tomilho e o Pink Jameson (R$ 25), que leva Jameson, suco de cranberry e limão taiti. E para completar é possível escolher entre drinques clássicos como Dry Martini, Cosmopolitan, Gin Tônica, Kir, Negroni, entre outros por R$ 19 cada, além de caipirinhas, sangria e clericot.

Tahin
Unidade Market Place: 
Via Prof. Simão Faiguenboim, 25 – Vila Gertrudes
Site:
tahin.com.br
Horário de funcionamento:
Segunda a domingo: das 12h às 23h
Instagram: @tahin_sp
Facebook: tahinsp

Foto destaque: divulgação

Escrito por Alex Minho

Um designer gráfico autônomo que é apaixonado por gastronomia e começou essa aventura através das hamburguerias, sempre visitando novos lugares e experimentando novos sabores. Em todos os lugares, estamos passando por uma experiência visual junto com a gastronômica.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comments

0 comments